Ansiedade e Compulsão Alimentar. Como Lidar.

compulsão alimentar

A compulsão alimentar está diretamente ligada à ansiedade, Dessa forma como nossas escolhas alimentares estão em harmonia com nossas emoções.

Nesse artigo vamos compreender mais como o fator psicológico pode estar influenciando nossa rotina alimentar e, consequentemente, o nosso peso.

O que é compulsão alimentar? A compulsão, ou transtorno alimentar compulsivo, é um transtorno alimentar que se define pela ingestão exorbitante de alimentos em um curto período de tempo. Pessoas que são vitímas de de compulsão alimentar não sentem quando estão saciadas, levando-as a comer até estar desconfortavelmente repletas com mal-estar ou unicamente quando a alimentação disponível acabar.

Está diretamente relacionada com a sensação de perda de controle ao comer e, muitas vezes, são sucedidas de sentimento de responsabilidade após episódios de compulsão. Para se caracterizar como compulsão, esses episódios, precisam ser frequentes, e não Unicamente esporádicos. Os primeiros sintomas da compulsão alimentar podem aparecer a partir do termino da infância e início da adolescência.

a ansiedade e nossa alimentação

A ansiedade e nossa alimentação

Quando comentamos de escolhas alimentares, a ansiedade nos faz definir alimentos que nos deem satisfação e estes, sistematicamente são aqueles em que a composição é maior em carboidratos simples e gorduras. Alimentos ricos em fibras e água auxiliam no controle da ansiedade.

Quando Internalizamos doces, No começo, temos a sensação de satisfação mas em pouco tempo nossa volta devido a rápida liberação de energia desse tipo de alimento.

Com o progresso da indústria de alimentos, o acesso à alimentação ficou mais fácil, mas nosso organismo não se adaptou à Esta nova realidade. Uma das consequências dessa disponibilidade exorbitante de produtos, é a perda da capacidade de identificar quando nosso corpo está satisfeito o que leva à compulsão alimentar e obesidade.

Ansiedade e alterações metabólicas

Hoje a ansiedade e o estresse se transformaram respostas comuns das pessoas aos problemas, decepção e dificuldades do cotidiano A ansiedade atinge diretamente nosso metabolismo, mudando a produção e liberação de hormônios, o que afeta a digestão e aumenta a rapidez. com que os alimentos “passam” em nosso corpo, diminuindo a absorção de nutrientes.

A ansiedade piora a compulsão alimentar?

Como pessoas com compulsão alimentar já apresentam um descontrole ao se alimentar, a ansiedade é um sintoma que acentua esse desequilíbrio e, por isso, o tratamento também inclui técnicas para relaxamento em momentos de ansiedade.

Causas da compulsão alimentar

Dieta restritiva para perda de peso;

Fome psicológica. – após momentos de estresse/tristeza; Insatisfação com a imagem corporal;

As causas podem variar conforme o caso, por isso é importante consultar um profissional da saúde que possa demonstrar a o tratamento adequado à questão É importante lembrar que a compulsão alimentar não é uma escolha pessoal para alívio dos problemas, mas certamente um transtorno alimentar que precisa de tratamento e auxílio profissional.

Por que dietas limitadas podem levar à compulsão alimentar? Isso ocorre pelo fato de a contínua restrição dos alimentos prediletos gera ansiedade e sentimento de compensação quando a dieta acaba. Ou seja, assim que a pessoa perde os quilos desejados, recompensa se permitindo comer àqueles alimentos que mais percebeu falta.

Entretanto, esse ciclo sendo repetido diversas vezes afeta a sensação natural de saciedade do indivíduo, que passa a desenvolver a compulsão. Consequências da compulsão alimentar.

Se não tratada, a compulsão alimentar pode levar à obesidade, diabetes, problemas cardíacos ou outras doenças de ordem nutricionais principalmente pois os indivíduos portadores da compulsão tendem a ser pessoas sedentárias ou pouco ativas fisicamente, o que faz com que elas não queimem as calorias ingeridas em exagero

Deixe um comentário